terça-feira, 28 de outubro de 2008

04 - Peludinho do meio

Recém formado da faculdade, estava pronto para montar a NEXT Propaganda. Esse nome não foi criação minha, mas do Sergião. A idéia de montar a pequena agência vinha do fato de eu ser o único do grupo que não havia trabalhado em agências de publicidade e isso talvez significasse a minha única chance de trabalhar em alguma área da minha formação acadêmica. Afinal, só havia trabalhado na mesma empresa, desde 1984 - desde o SENAI.
...
Sabe quem é o Sergião? Na faculdade, era o cara precoce em editoração eletrônica, sabia fazer pequenas animações gráficas e foi quem me apresentou ao glorioso PhotoShop 2.0. Recentemente, foi lançado o PhotoShop 11.0, como parâmetro ao caro leitor. Atualmente, o Sergião é docente de animação gráfica em algumas universidades nas cadeiras ligadas à Publicidade e Propaganda. Ele gosta disso até hoje e foi quem criou aquele logotipo super legal da NEXT Propaganda para nosso grupo de TCC, em 1994.
Foi nesse ano também que desenvolvemos uma campanha por semestre para avaliação do curso de Publicidade e propaganda. O professor coordenador do curso até inscreveu essas campanhas nos Intercom de 1994 e 1995 e ganhamos um primeiro lugar em Londrina e outro em Maceió com esses trabalhos.
Ao término do curso, o Sergião deu o logotipo da NEXT Propaganda para eu usar na minha futura agência.
...
Em 1996 eu comecei a comprar, com algum sacrifício, os primeiros equipamentos do meu empreendimento: computador Macintosh, Scanner, Impressora, softwares para tratamento e editoração eletrônica, etc. Fiz treinamentos na Adobe (mãe do PhotoShop) e na Apple (mãe do Macintosh). Ainda em 1996 me casei com a Rose (mãe da Bettina) e adotamos a Bia (nossa gata sem mãe). Como a Bettina só nasceria em 2000, era a Bia o centro das atenções e flashes fotográficos. Temos uma caixa de fotografias e negativos com essa gata danada. A Bia tinha fotos no nosso mural do escritório, na geladeira e até no porta-retratos. Essa última era uma foto engraçada porque em uma das mãos eu segurava a Bia de frente para o tigrinho de pelúcia da Rose, na outra mão, como se um felino estivesse enfrentando o outro.
Em 1997 eu já havia comprado quase todos os equipamentos. Faltava um ou outro detalhe e o celular da BCP estava por sair após longa fila de espera.
O caro leitor se lembra dessas abomináveis filas da BCP para adquirir um tijolo celular caro prá cacete, com taxa de habilitação e o escambal?
Uma tarde de 1997, ao sair da ainda mesma empresa de 1984 e de 1994, li no jornal local O Diário do Grande ABC que a agência NEXT Propaganda havia sido inaugurada, na véspera, por um outro aluno do meu grupo...
FUUUUUUUUUUUUUUUISH
(onomatopéia do chão desaparecendo)
Ele era um aluno que nem se importava muito com a faculdade, gostava mesmo era de apertar "um" com os amigos... Ele havia inaugurado a minha NEXT Propaganda. Caí em tristeza, não conseguia assimilar o golpe inusitado. Esse foi o meu sentimento por alguns meses.
...

Passados esses meses, fui ao Shopping Metrópole fazer qualquer coisa e entrei em uma loja informática para xeretar as novidades. Tinha uma prateleira linda de softwares para Windows. editores de texto para Windows, jogos para Windows, aplicativos para Windows, PhotoShop para Windows, PageMaker para Windows, PageMill para Macintosh, Director para Window... PageMill para Macintosh??? Ué, como um software de Mac havia ido parar ali naquele oceano de janelas???
Comprar faz bem à alma dos consumistas e acabei levando aquele tal PageMill sem saber ao certo para que servia. Todo em Inglês. Informatês estranho... decifrando aqui e ali, virando a caixa de cabeça para baixo, fixando nas ilustrações: era um editor de sites.
Um editor de sites??? Será que esse software fazia aquele monte de homepages interessantes que eu acabara de descobrir havia poucas semanas, casualmente??? Equipamentos para trabalhar eu já havia adquirido...
...
Sentei na frente do Mac e fui testar o brinquedo novo. Fiz uma página branca chamada "teste.html" com uma palavra no centro: "teste". A "teste.html" me consumiu algumas horas até descobrir que minha primeira página teria que ser renomeada para "index.html". Essas páginas acabam recebendo nomes bem interessantes como "pagina01.html", "namorada.html", "flagra.html", "dsc001.html"... mas todo site tem que ter uma página chamada "index.html" senão não vai funcionar corretamente. Finalmente consegui postar essa página número um no ar!!!
Agora eu seria mais ousado: colocaria uma página com uma foto e um texto. Deixa eu ver... uma imagem... uma imagem... uma imagem... achei!!! A foto do porta-retratos com a Bia, o feroz tigrinho de pelúcia e eu. Escaneei, tratei e recortei a foto no PhotoShop... Pronto!!! Aqui está!!!
Preciso escrever qualquer coisa... qualquer coisa... já sei: "A da esquerda é a Bia, o da direita é o Ted e o peludinho do meio sou eu". Puta frase mais idiota mas, naquele momento, cumpria seu propósito. Nomeei como "index.html" e mandei prô ar!!!
...
"Caralho, porque essa merda dessa página do cacete não quer abrir na web. Fiz tudo certinho. Será que é porque estou usando essa porra de Mac que não consigo ver se a tal página número dois foi parar na web ou não? Deixa eu ligar para meu irmão para ver se ele consegue ver no PC normal, com Windows de pessoas normais"
Meu irmão não estava. Mandei um e-mail pedindo para ele fazer o teste de visualização da número dois.
"Cacete, já passaram quase dez minutos e o Fernando ainda não leu meu e-mail? Quem mais tem Internet em 1997? Se eu estivesse no futuro, em 2008, todo mundo teria acesso à web com banda larga... mas ainda falta mais de uma década para isso e eu preciso achar outra pessoa que tenha Intern... o Humberto tem. Deixa eu mandar um e-mail para ele tentar visualizar a número dois... Pronto. Foi"
No que teclei ENTER e disparei a mensagem aquele e-mail saindo pelo fio do telefone deve ter desobstruido alguma coisa e a página número dois apareceu no ar!!!


Yeeeeeeeeeeeeeeessssss. Eu sou foda mesmo. Ninguém pode comigo!!!

Imediatamente, derrubei a página da web para iniciar a número três. Afinal, convenhamos, a número dois estava muito aboiolada, fala sério!!!
Naquele final de semana fiz a número três, a número quatro... fiz a número 11 ou 12, sei lá. Anotei o endereço para mostrar meus experimentos virtuais para alguns amigos daqui e dali...
...
Segunda-feira: dia de branco. Lá vou eu para a lida, pensando nos próximos projetos... a número 13, a 14, a 17, a 25, a 126... nem o ZAZ me segura mais, eh, eh, eh!!!!
Ao chegar no trabalho, alguns olhares sarcásticos. Mais adiante, outros... quando olhei ao redor...
PUTA QUE PARIU!!!!
O filha da puta do Humberto pegou a número dois na web naqueles pouquíssimos instantes em que a página ficou no ar, descarregou um pacote de A4 na impressorinha doméstica até secar a última gota de tinta e colou no meu prédio interrinho a minha foto com a adorável frase: "A da esquerda é a Bia, o da direita é o Ted e o peludinho do meio sou eu". Isso foi terrivelmente pior que o "nakano verdinho, de compensado plano e lixa gasta presa com tachinhas" do texto aí debaixo... umas 79 vezes pior, pelo menos.


"Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio". "Peludinho do meeeeeio".

Cansei de ser o "Peludinho do meeeeeio". Da Bia e do Ted ninguém falava nada. Que merda!!!
...
Isso durou apenas alguns anos. Acho que lá pelo quarto ou quinto ano quase ninguém se lembrava mais desse episódio. Quando alguém lembrava, eu fazia de conta que não era comigo e a pessoa logo encerrava o assunto. Passada essa década acho que alguém até lembra disso mas ninguém tocou novamente no assunto.
...
Viu porque fazer sites é algo traumatizante? E isso não é nada. Em breve, conto mais alguns episódios!!!
...
"E Peludinho do meio é o caralho!!!"

3 comentários:

Joias da Família disse...

Peludinho do meeeeeeiiiooo!!!
ha ha ha ha ha!
sacaneei!

Juliana Vermelho Martins disse...

Rato,

É por essas e por outras que abandonei a informática! Hooooooras do meu dia pra conseguir fazer um programinha do tipo Hello World em Lisp ou Prolog ninguém merece!

Quando leio seus posts parece que estou vendo um flashback da minha própria vida! Pra vc ter uma idéia, conheci o Corel na versão 2.0!!! Shhhhh, segredo! Pior que isso só ser chamado de Peludinho do meio! hahahaha Sorry! Não resisti! Mas, sendo da tchurma da Rose, acho que vc não vai se incomodar, né?

Ainda vou responder seu comentário do meu post! Mas preciso de tempo e concentração! :-)

Rato Elétrico disse...

Ju, definitivamente, vc não abandonou a informática. O blog é o resultado refinado de todas as nossas experiências de informática em estado cru da última década. Os escovadores de bits e os designers do PhotoShop 2 e do Corel 2, ao longo dos anos, misturaram em seus erlenmeyers os códigos e as imagens que fizeram o Windows, o Linux, o Mac OS, o Office, o site do Peludinho do meio, o Orkut e os blogs!
E Peludinho do meio é o...
:-)